Dois radares são removidos em Jacobina; fim das multas e medo de aumentar acidentes

Os dois controladores de velocidade que existiam em Jacobina foram retirados na manhã da última terça-feira, 3. O mais antigo deles, cujo limite máximo de velocidade era 50km/h, ficava localizado na Rua Landulfo Alves, na entrada da cidade pelo bairro da Serrinha. O segundo a ser removido, que tinha velocidade máxima controlada em 40km/h, estava instalado na Avenida João Fraga Brandão, região central da cidade.

A retirada dos equipamentos, popularmente chamados de radar ou pardal, teria ocorrido após o fim do contrato entre o SMTT (Serviço Municipal de Tráfego e Transportes) e a GCT (Gerenciamento e Controle de Trânsito), empresa que gerenciava o sistema de multas do órgão.

Entretanto, a informação sobre o fim do contrato com a GCT ainda não foi confirmada pelo novo diretor da autarquia, Valter Veloso Pinheiro de Lemos Sampaio, nomeado na segunda-feira, 2, pelo prefeito Luciano Pinheiro. Valter Pinheiro deve chegar em Jacobina nesta quarta-feira, 4.

Ambos os controladores de velocidade geraram muitas reclamações por parte da sociedade jacobinense, principalmente o que estava localizado na Avenida João Fraga Brandão. Mesmo com duas faixas em sentido único e sem tráfego de veículos tão intenso, a velocidade determinada pelo ex-diretor do SMTT foi de 40km/h, motivo pelo qual se gerou muitas queixas dos motoristas. Agora, muitos cidadãos comemoram a retirada dos dois equipamentos.

Medo de acidentes

Carlos Eduardo de Souza, 28 anos, disse que teme pelo aumento do número de acidentes nos dois locais. “Vejo muita gente comemorando, eu até entendo, mas tem muitos que só pensam no fim das multas, a maioria deles são pessoas que não se importam em cumprir as leis do trânsito. Só estão esquecendo que pode aumentar os acidentes, porque agora não tem mais nada para os irresponsáveis se preocuparem”, contou ao Jacobina Notícias.

Redução

Vale lembrar que, após a implantação dos dois controladores de velocidade, os índices de acidentes despencaram nas duas vias, ao ponto de não haver nenhum registro no período de seis meses na Av. João Fraga Brandão.

No caso da Rua Landulfo Alves, os números são ainda mais positivos. Há mais de dois anos nenhum acidente é registrado no lado da via em que o radar estava instalado.

Fonte: Jacobina Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *